Política Externa para implementação do Plano de Ação de Durban | Programa Renascença

Bruna Pereira (UnB), curadora e mediadora do Diplomacia para Democracia, traz um importante debate sobre a presença de mulheres e negros na política externa. Para falar sobre o tema, as convidadas são Sandra Silva (Assessora Política, Mestra em Relações Internacionais) e Magali Naves (Centro de Estudos Afro-Brasileiros - CEAB).



BIBLIOGRAFIA SUGERIDA:

CARNEIRO, Sueli. Durban não terminou. Revista Fórum, 2012. Disponível em: https://www.geledes.org.br/durban-nao...


RIBEIRO, Matilde. Brasil e África: desafios das políticas de igualdade racial em âmbito nacional e internacional. Diálogos Africanos, n. 1, jul./set. de 2015. Disponível em: https://issuu.com/institutolula/docs/...


GALA, Irene Vida. A política externa do governo Lula para a África: a política externa como instrumento de ação afirmativa ... Ainda que não só. Tese - Instituto Rio Branco (IRBr), Programa: Curso de Altos Estudos (CAE), 2077. Disponível em: https://estudosetnicosraciaisufabc.fi...


SILVA, Sandra R. S. “Me gritaron ¡negra!” Afrodescendência na integração regional do Mercosul (1991-2014). Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais). Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais (2015). Disponível em: https://repositorio.unb.br/bitstream/...


2 visualizações0 comentário